Como deve ser a alimentação para quem malha? Aprenda!

Como deve ser a alimentação para quem malha? Aprenda!

Atividades físicas regulares precisam ser acompanhadas de uma dieta saudável. A alimentação para quem malha é tão importante quanto as séries de exercícios, afinal, são os alimentos que fornecem energia para treinar. 

O consumo correto antes e depois do treino traz inúmeros benefícios para o corpo. Tais como a ajuda na queima de gordura, manutenção e ganho de massa muscular. Portanto, é equivocado esperar bons resultados sem uma alimentação adequada.

Embora cada organismo e cada tipo de atividade física exija diferentes dietas, de modo geral, há itens que auxiliam no treino. Alimentos naturais são fontes melhores de vitaminas, minerais e antioxidantes. 

Cereais integrais e com pouca glicemia evitam que a gordura se acumule, auxiliando os praticantes que buscam a manutenção ou redução do peso corporal.

Alimentação para quem malha: pré-treino

Um nutriente que você precisa consumir antes de ir a academia é o carboidrato. Taxado como vilão por boa parte de que quer perder peso, ele é fundamental para garantir energia imediata, ou seja, precisamos dele para treinar. Além disso, cortar completamente o carboidrato da dieta pode atrapalhar o processo de emagrecimento.

Uma vez que o carboidrato é a nossa principal fonte de energia, excluí-lo da dieta pode levar a queda de rendimento nos treinos.

Insira na sua alimentação

Laranja ou uva

Os sucos naturais são carboidratos líquidos e são utilizados mais rápido pelo organismo. Ingira um copo antes do treino  e evite adoçar, pois o suco já contém frutose – açúcar natural das frutas.

Pão integral

O pão integral é fonte de energia, mas tem um baixo índice glicêmico. O ideal é comer uma hora antes de iniciar a atividade física.

Açaí

Na alimentação para quem malha o  açaí é rei.  Além de rico em carboidrato também é fonte de cafeína, o que dá mais gás para os treinos. No entanto é preciso dosar a forma como o alimento é adoçado, já que o excesso de açúcar pode deixá-lo mais calórico. 

Aproveite a fruta, mas sem exageros, e tire dela todos os benefícios.

Evite ingerir carne vermelha antes de ir treinar. Além de alguns cortes possuírem mais gordura, a digestão é lenta e você pode sentir incômodo durante o exercício.

Depois de Malhar

É muito tentador sair do treino e correr para comer algo, né? Afinal os exercícios abrem o apetite e você merece depois de tanto esforço, certo? Não. Para otimizar os seu resultados é preciso seguir algumas estratégias alimentares, isso inclui não cair na tentação pós-treino.

Ainda é preciso levar em consideração que o pós-treino é importante para recuperar o corpo dos efeitos do exercício e prepará-lo para o próximo dia de atividades. Por isso aqui vão alguns alimentos para comer e outros que devem ser evitados na alimentação de quem malha.

Leia também

Entenda o que são os ovos pasteurizados e por que você deve tê-los em seu comércio

Frango com batata

Não é difícil entender o por quê desses dois terem virados queridinhos de quem frequenta a academia. O frango, além de ser uma carne magra, fornece a dose de proteína que o organismo precisa, e a batata doce é um carboidrato com baixo índice glicêmico. Ela libera a insulina lentamente no corpo, o que causa a sensação de saciedade por um período de tempo mais longo.

Iogurte

O Iogurte é uma excelente opção para alimentação de quem malha. Pode ser consumido após um treino leve pela manhã ou à tarde, já que serve como lanche. Nos mercados é possível encontrar versões mais concentradas. Ele ainda é muito prático de levar na mochila para a academia.

Pão integral com ovo

Um lanche simples e mega saudável. O ovo é a proteína e o pão o carboidrato. Nem precisa falar para você optar pela versão integral, né? Ela tem mais fibras e sacia por mais tempo.

Cereais integrais

As opções integrais são poderosas fontes de energia na a alimentação de quem malha. Eles ajudam a recuperar os músculos e são extremamente nutritivos.

No lado oposto do recomendado estão alguns alimentos e substâncias que não devem ser ingeridas no pós-treino. Confira algumas!

Álcool

A bebida alcoólica não é recomendada após o exercício físico, pois o álcool sobrecarrega o fígado e os rins. Se você ingerir álcool, o fígado, que é o órgão responsável por eliminar as toxinas do corpo, vai passar a metabolizar o álcool, em vez de outras substâncias. Assim, a regeneração muscular pode ficar comprometida. 

Farinha branca e doces

Pizzas e pães são carboidratos simples e de alto índice glicêmico, assim como os doces. Eles não promovem a saciedade e sua principal função é dar energia rápida que deve ser gasta, caso contrário se transforma em gordura.

Os carboidratos são importantes para o processo de recuperação pós-treino, mas é preferível que você opte pelas versões integrais.

Gostou do conteúdo? Acesse mais blog posts.