Revenda de Ovos: o que considerar na hora de investir?

Muitas pessoas têm pensado na revenda de ovos como uma opção de investimento e uma iniciativa de ganhar dinheiro.

No entanto, assim como em qualquer negócio, muitas pessoas se deparam com problemas derivantes dessa ideia.

Um deles é sobre fornecedor e transporte.

Se você é uma dessas pessoas e procura solucionar essas questões, tentando entender como elas funcionam, então continue lendo este artigo.

Aqui, elaboramos alguns pontos para que você fique atento na hora de colocar sua ideia em prática.

O Que Preciso Saber Sobre Revenda?

A grande questão na hora de você montar um negócio próprio é sobre como você vai conseguir seu material para começar a produzir e lucrar com ele.

Diante disso, muitas pessoas se pegam perdidas e confusas em relação ao que fazer.

Além do fator fornecedor, também existe toda a questão de melhor preço, melhor produto e melhor custo x benefício.

Hoje em dia, o mercado de revenda de ovos está muito em alta em algumas regiões.

Isso porque este é um excelente negócio a se fazer. Afinal, você consegue todos os tipos de clientes, desde moradores até lojas como padarias, confeitarias, mercados etc.

Para que você consiga atender as demandas do seu cliente, primeiramente você deve ter um certo tipo de planejamento.

A escolha certa de fornecedores é algo fundamental na hora de investir. E aqui está a chave para que seu negócio tenha o reconhecimento que deseja.

Portanto, o primeiro passo é o seguinte:

1. Defina seu produto

Apesar de serem a mesma coisa por dentro, cada tipo de ovo é diferente. E o motivo disso é a sua produção.

Vários fatores mercadológicos fazem com que a saída do produto possa ser grande ou pequena.

Para que você possa se preparar, é preciso levar em conta essa situação. Sendo assim, defina qual será o produto que você deseja investir.

Existem três variantes no tipo de escolha do ovo:

  • Ovos caipira;
  • Ovos da granja;
  • E ovos orgânicos.

Aqui, será a primeira coisa que você irá focar quando você for pensar no tipo de público que deseja ter.

Por exemplo, os ovos caipiras provém das galinhas rústicas, criadas em área aberta e ciscando livremente. Essas galinhas põem ovos em ninhos cobertos e sua alimentação é toda vegetal e sem pigmentos. Logo, esses ovos são um dos melhores.

O ovo orgânico vem da galinha que recebe alimentação completamente orgânica e são criadas de maneira livre em um ambiente natural e ecologicamente correto.

Esses ovos precisam ter uma certificação para serem comercializados diante dos padrões estabelecidos pelo ministério da agricultura.

Já os ovos de granja são os mais comuns. Esse ovo tem produção industrial com galinhas em gaiolas e com alimentação por ração. 

O único objetivo aqui é a produção de ovos e não sua qualidade e cuidados com o animal.

Há também pessoas que optam pela compra de ovos pasteurizados. São muito utilizados em confeitarias, padarias, confeitaria autônoma, etc.

Muitas vezes, esses lugares precisam de apenas uma parte do produto. E para que ele não se desperdice, é possível fazer a compra somente da parte necessária para uso.

Sabendo disso, você precisa saber o que seu público consome. 

A partir daí você escolherá o tipo de ovo:

  • Pequeno;
  • Médio;
  • Grande;
  • Extra;
  • Jumbo;
  • Ovo vermelho ou branco.

2. Escolha seu ponto para revenda de ovos

Se você quer montar o seu negócio exclusivamente para isso, então você precisa definir onde será seu ponto e onde as pessoas irão te achar.

Pense se você quer um ponto fixo ou opção delivery.

Aqui é importante pensar em outros fatores como armazenagem e gastos para transporte e contas.

3. Escolha o melhor prazo

Procure por um revendedor que lhe ofereça as opções de produtos mais frescos possíveis.

Isso fará total diferença na hora de você vender e ainda não perderá seu produto por conta de prazo de validade muito próximo.

Além disso, produtos mais frescos geram mais oportunidades de venda.

4. Conheça a origem de seu produto

O preço é importante na revenda de ovos, mas a qualidade é vital para a permanência do seu negócio.

Sendo assim, procure conhecer de perto o seu fornecedor. O mercado hoje em dia disponibiliza várias opções agradáveis para quem as procura bem.

Procure granjas que estão bastante consolidadas no mercado, pois isso é importante.

5. Escolha uma opção de revenda de ovos que saia bastante

Uma das coisas sobre quem está procurando lucrar com a revenda de ovos é saber qual tipo de ovo mais sai.

Sendo assim, busque analisar os hábitos de consumo da região onde você pretende atuar.

Se puder, realize uma pesquisa com os moradores para que você tenha maior precisão na sua escolha.

Grande parte das vezes, a população costuma consumir os ovos de granja normal, pois são mais baratos.

O preço de compra para um revendedor também é menor se comparado aos outros. No entanto, tudo deve depender do seu público e que tipo de alimento eles esperam.

Por exemplo, em lugares onde o transporte é dificultoso, o interessante é investir em um produto cuja casca seja mais grossa para que não haja perda do produto pelo caminho e você saia no prejuízo.

Se o seu objetivo é vender para outros comércios, então deve investir nos ovos frescos para que possam ter uma maior durabilidade nesses lugares e, assim, vendem mais.

Conclusão

Por fim, vimos então um pouco sobre a revenda de ovos e o que é necessário para que você saiba o que precisa ter para poder abrir o seu negócio.

Em resumo, as melhores dicas são para que você conheça bem o seu fornecedor e o tipo de produto que ele te oferece.

Busque por uma empresa qualificada e de referência, conheça seu público, defina o tipo de produto que pretende trabalhar e pense em fatores como espaço para armazenamento e meios de venda.

Tudo isso fará uma grande diferença e, com certeza, te direcionará a caminhos de sucesso.

Gostou deste artigo? Então deixe aqui seu comentário e compartilhe-o com mais pessoas.